domingo, 15 de maio de 2011

Juras De Um Amor Perdido.

Quando você se foi
Meu coração entristeceu
Eu ceguei meus olhos
Os sangrei para não mais ver.


Quando o silêncio fez lembrar-me de você
Eu quis morrer
Ao afundar de uma lágrima
Eu mergulhei para o fundo
Para o inferno do seu mar.


Eu senti quando você partiu
Eu senti quando você não me ouviu
E eu só quis ver
O mundo mais uma vez com seus olhos.


Minhas palavras foram para o esquecimento
Eu ainda lembro
Eu ainda a sinto
Bem aqui,
Amargamente aqui.
No fundo desse pobre coração.


Sabe quando você me ouvia
E eu passava minhas mãos sobre seus ombros.
Lembra-se?
Quando eu sentia o pulsar do seu coração
Com meu ouvido em seu peito
Lembra-se?
Quando nossas juras de amor
Entrelaçavam fundindo-se nas nossas loucuras de amor
Lembra-se?


Se algum dia eu disser que fui feliz
Foi em seus braços
E eu só queria você aqui,
Junto a meu calor,
Junto a meu amor,
Junto a mim,
Até o fim.
Até o fim... Sem fim...





Participação Especial de um Nobre Cavalheiro e Amigo,
Vazio.

5 comentários:

  1. Obrigado, cara, mas esse post é do meu Amigo, Vazio, ele é o autor desse post, inclusive da imagem.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. ISSO PASSA,PEQUENO LOBO. ESSAS DESVENTURAS SÓ SERVEM PARA NOS DEIXAR MAIS EXPERIENTES E MAIS FORTES.ABRAÇOS.

    http://thebigdogtales.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. TEM UM SELO NO MEU BLOG PARA VC. VAI LÁ BUSCAR.


    http://www.thebigdogtales.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. muito bom!!!perfeito, me encontrei nessas palavras

    ResponderExcluir